Fluorose dentária: fique de olho nos primeiros sinais



Você sabe identificar os primeiros sinais da fluorose? Descobrir esse problema o quanto antes faz toda diferença para tratar o sorriso do seu filho. 

Os dentes do seu filho sempre foram bem branquinhos e você nunca esqueceu de ajudá-lo a escovar. Só que, com o nascimento da dentição permanente,você vem observando algumas manchas nos dentes do seu filho, o que pode ser um alerta de fluorose dentária. Você sabe quais são os primeiros sinais desse problema? O excesso de flúor pode causar muito mais do que pontinhos brancos no sorriso da criança. Saiba o que fazer para tratar e prevenir a fluorose.

PRIMEIRO SINAL: MANCHAS BRANCAS

Na fase de formação dos primeiros dentinhos da criança, os pais já precisam estar cientes dos cuidados durante a escovação. Garantir uma escova de dente especial para o seu filho e a quantidade de creme dental é ideal para ter uma boca saudável e evitar o início de uma do fluorose. Os primeiros sinais dessa complicação são perceptíveis na troca pela dentição permanente. “Ela se manifesta principalmente pela alteração de cor do esmalte, que pode assumir uma tonalidade esbranquiçada ou exibir pequenas manchas ou linhas brancas”. Essa fase é considerada mais branda. e quando essa dentição nasce, já pode ter o sinal clínico ou não de fluorose.

ESSAS MANCHINHAS PODEM SER MAIS ESCURAS

Nos casos mais graves, as manchas adquirem uma coloração acastanhada ou marrom, podendo haver até mesmo perda de estrutura dental. Nesses casos, é preciso desgastar mais a superfície do dente durante o tratamento. “Assim que os pais perceberem devem procurar um especialista para avaliar o grau de severidade da fluorose e, dependendo do grau, poder indicar a melhor terapia”.

QUANTO MAIS CEDO TRATAR, MELHOR

A questão estética é o maior problema associado à fluorose. “Seu aspecto clínico é de manchas opacas no esmalte e até regiões amareladas ou castanhas, em casos de alterações mais graves”. Depois que o problema já estiver instalado, só é possível tirar o manchamento com clareamento dental ou com a microabrasão. Mas é possível evitar a fluorose. Os pais precisam acompanhar a escovação dos pequenos e usar a quantidade certa de creme dental.

Durante a fase de formação dos dentes, a criança deve realizar a higiene bucal, no mínimo, três vezes por dia - duas vezes usando creme com flúor e as demais com um produto sem a substância. A porção de creme igual a meio grão de arroz - para o produto que contenha flúor. Desta forma, ela não corre o risco de ter fluorose ou outros problemas com a ingestão do produto. “Essa quantidade não ultrapassa 30% da margem de segurança de deglutição de flúor, ou seja, ainda que a criança engula o creme dental, ela não correrá riscos de ter nenhum problema por conta disso”.

Fonte: Sorrisologia




Comentários

Localização

Saiba tudo sobre Aparelhos Dentais

Saiba tudo sobre Aparelhos Dentais
Seu aparelho tem que ter a nossa marca

Postagens mais visitadas